Em meio a grande polêmica, Campeonato Carioca recomeça

Compartilhe esse post:

Apesar do Rio de Janeiro ainda ter um alto número de novos casos e mortes por Covid-19, o Campeonato Carioca foi retomado na noite da última quinta-feira. Tão logo a Prefeitura afrouxou as medidas de quarentena, a Federação marcou o recomeço da competição. No Maracanã, o Flamengo venceu por 3 a 0 o Bangu. Os gols foram de Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha.

Com o resultado, o time rubro-negro chegou a 12 pontos em quatro jogos e lidera o Grupo A da Taça Rio.

Fora dos campos, porém, a questão está conturbada. As últimas reuniões do conselho arbitral, com a presença de todos os clubes e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) foram acaloradas. Enquanto a maioria das agremiações defendiam a sequência da competição, Fluminense e Botafogo estavam do outro lado. Em virtude da pandemia ainda estar longe de ser controlada, a dupla queria aguardar mais para voltar com segurança.

Pela questão financeira, os pequenos, em situação complicada, eram favoráveis a voltar o quanto antes. O mesmo que Flamengo, Vasco e Ferj. Com a liberação da Prefeitura para a realização de jogos, logo os mesmos foram marcados. Porém, o Fluminense e Botafogo vinham realizando apenas treinamentos virtuais. O Tricolor retomou as atividades presenciais nesta sexta e o Alvinegro o fará no sábado. Como suas partidas foram marcadas para segunda, já avisaram que não irão a campo. Ambos aceitam jogar a partir do dia 1º de julho. Neste cenário, pela questão física, teriam um tempo razoável para preparar seus jogadores.

A briga, então, foi parar na justiça desportiva. Fluminense e Botafogo entraram com ações no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), mas não obtiveram sucesso no que pleiteavam. Recorreram ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e o órgão nacional determinou que haja uma sessão de conciliação, com presença de mediador, para se chegar a um consenso com a Ferj. A esperar para ver no que vai dar.

Para se ter uma ideia, até o fim da última quinta-feira haviam sido registrados 354 novos casos e 274 mortes por coronavírus no Rio de Janeiro. Dois destes óbitos foram no hospital de campanha montado nos arredores do Maracanã, onde, a poucos metros, Flamengo e Bangu jogavam pelo Campeonato Estadual…

Compartilhe esse post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares