Quarentena e uso obrigatório da máscara

Compartilhe esse post:

O surgimento de novos casos de coroa está forçando o Conselho Federal a repensar sua estratégia: após várias iniciativas para um afrouxamento das medidas de controle, o cinto foi apertado novamente na quarta-feira. A partir da próxima semana, máscaras devem ser usadas no transporte público.

“Vimos nos últimos dias a rapidez com que o vírus pode se espalhar novamente”, disse a presidente do Conselho Federal Simonetta Sommaruga na última coletiva de imprensa do Parlamento Federal. Desde o relaxamento das medidas de combater o Corona, mais pessoas usam novamente o transporte público Porque a distância recomendada geralmente não pode ser mantida.

O uso obrigatório da máscara se aplica aos trens, bondes e ônibus, ferrovias nas montanhas, teleféricos e navios. Os detalhes serão esclarecidos nos próximos dias. Segundo Sommaruga, multas não serão aplicadas. Com a obrigação de usar uma máscara, o Conselho Federal também está respondendo a uma demanda dos estados e empresas de transporte que gostariam de uma regulamentação uniforme, disse ela.

Quarentena na volta

O contingente da polícia federal de fronteira também será reforçado novamente: a partir de segunda-feira, aqueles que entrarem na Suíça de retornando de determinadas áreas, terão que ficar em quarentena por dez dias. Os viajantes devem informar as autoridades estaduais assim que entrarem no país. Ainda não está claro quais países estão na lista. O ministro da Saúde Alain Berset citou a Suécia e a Sérvia como possíveis países de risco.

O Conselho Federal não está agindo nas políticas regionais como a utilização de bares e clubes. Segundo Sommaruga, os cantões são responsáveis ​​por isso. Zurique já reagiu e reforçou as regras de acesso: os visitantes agora precisam mostrar um cartão de identificação e ter seu número de telefone celular verificado

Compartilhe esse post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares