Corona cancela as férias de verão

Na última semana, havia menos engarrafamento no túnel Gotthard do que o normal. O tráfego aéreo, assim como os trens, registram uma significante redução no trânsito de passageiros em relação ao ano anterior.

O vírus coroa diminuiu o fluxo das viagens de férias no mês de julho, as férias de verão na Europa. Isso acontece tanto nas viagens aéreas quanto nos transportes rodoviário e ferroviário. O engarrafamento no Gotthard nunca ultrapassou 6 quilómetros. – O que é um tipo de recorde por aqui.

O túnel Gottard começou a ser perfurado em 1871 e inaugurado dez anos mais tarde, ligando o Cantão de Uri ao Cantão de Tecino. O tempo médio da travessia é de 11 minutos para percorrer os 15 km de extensão. Rota muito utilizada quando os suíços viajam para a Itália.

Na entrada norte do túnel, o engarrafamento chegou até seis quilômetros no sábado, o que significou uma espera de mais de uma hora para os motoristas. Também houve curtos tempos de espera na rota alternativa – via San-Bernardino.

25 000 em vez de 110 000 passageiros nas linhas aéreas

O Aeroporto de Zurique não apresentava as grandes multidões no ano passado. Segundo a porta-voz do aeroporto Raffaela Stelzer, cerca 25 000 passageiros foram registrados no sábado (25). Entretanto, no mesmo período do ano anterior, haviam mais de 110 000 passageiros entre partidas e chegadas.

Atualmente, a maioria dos passageiros voa para Espanha, Grécia, Portugal, Itália e Alemanha, segundo Stelzer. Destinos dentro da Europa como Viena, Berlim, Belgrado, Londres, Palma, Frankfurt, Hamburgo, Porto e Lisboa seriam os mais procurados.

O Euroairport Basel-Mulhouse relatou apenas “frequências reduzidas” sem mais detalhes. Atualmente, 13 companhias aéreas voam regularmente para cerca de 80 destinos saindo da Basileia. No ano passado, havia cerca de 100 destinos de viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares